Presidente filipina estende prazo para rebeldes

O grupo de militares que se rebelou contra o governo da presidente filipina, Gloria Macapagal Arroyo, na madrugada deste domingo, ignorou o ultimato da presidente e não depôs suas armas no prazo estipulado. O grupo afirmou em um comunicado, entretanto, sua disposição em negociar com o governo. A presidente Arroyo estendeu o prazo por mais duas horas.

Agencia Estado,

27 Julho 2003 | 07h05

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.