Presidente grego convoca partidos para negociar governo

Os três partidos mais votados nas eleições parlamentares gregas de 6 de maio serão convocados para negociações sobre a formação de um governo de coalizão no domingo, revelou o gabinete do presidente Karolos Papoulias. "O presidente convocará os líderes dos partidos, em um esforço para formar um governo que desfrutará do apoio do corpo parlamentar que emergiu das eleições gerais de 6 de maio", informou.

AE, Agência Estado

12 Maio 2012 | 09h54

Os líderes das legendas conservadora, socialista e radical esquerdista, que não conseguiram chegar a um acordo nesta semana, se encontrarão com Papoulias às 6 horas (pelo horário de Brasília) e o presidente posteriormente se reunirá com os chefes de partidos menores, incluindo o neonazista Aurora Dourada, de acordo com comunicado divulgado neste sábado.

Se os partidos não forem capazes de estabelecer um consenso até a próxima quinta-feira, novas eleições terão de ser convocadas em junho. Os credores internacionais do país alertaram para o fato de que novos empréstimos não serão liberados, se houver qualquer hesitação quanto as reformas estruturais exigidas para colocar a economia grega em ordem após décadas de gastos excessivos por parte do Estado.

Mas o país está profundamente dividido em relação às duras medidas de austeridade impostas como condição para o recebimento dos fundos de resgate da União Europeia (UE) e do Fundo Monetário Internacional (FMI) e a crise trouxe de volta o fantasma de um possível default ou, até mesmo, de uma saída da Grécia da zona do euro. As informações são da Dow Jones.

Mais conteúdo sobre:
Grécia presidente negociações

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.