Presidente iemenita diz que mudança de regime 'é inaceitável'

Para Ali Abdullah Saleh, se manifestantes quiserem mudar o regime, que o façam pelas urnas

Efe,

21 de fevereiro de 2011 | 05h23

SANAA- O presidente iemenita, Ali Abdala Saleh, afirmou nesta segunda-feira, 21, que uma mudança de regime no país "é inaceitável" e disse que quem está protagonizando os protestos políticos contra seu governo "são uma minoria".

Veja também:

mais imagens Galeria:   Veja imagens dos conflitos

especialInfográfico A revolta que abalou o Oriente Médio

Saleh fez suas declarações enquanto continuam os protestos contra seu regime, que se mantiveram desde o final de janeiro ao calor das manifestações de Tunísia e Egito.

 

"O que querem os manifestantes? Se querem mudar o regime como no Egito e na Tunísia isso é inaceitável, mas se quiserem podem fazê-lo através das urnas", afirmou Saleh em entrevista coletiva.

Leia ainda:

link Manifestantes queimam prédios públicos na Líbia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.