Presidente indonésio cancela visita

O presidente da Indonésia, Abdurrahman Wahid, teve que cancelar uma visita que faria hoje à Universidade Gajah Mada, em Yogyakarta, cerca de 320 quilômetros a leste de Jacarta, por causa de manifestantes que pediam a sua renúncia. O protesto contou com a presença de 1.000 universitários e foi reprimido pela polícia com jatos de água. Mais cedo, cerca de 3.000 pessoas se reuniram em um ato pacífico em frente a um edifício governamental de Makassar, capital da província de Sulawesi do Sul.Em Surabaya, segunda maior cidade da Indonésia, cerca de 2.000 manifestantes marcharam pacificamente pelo centro da cidade. Wahid resiste aos apelos para que renuncie e é acusado de corrupção. No mês passado, o parlamento aprovou uma censura contra ele abrindo caminho para um julgamento político.

Agencia Estado,

16 de fevereiro de 2001 | 13h18

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.