David Mercado/Reuters
David Mercado/Reuters

Presidente interina da Bolívia desiste de candidatura nas eleições de outubro

Jeanine Áñez apareceu em quarto lugar em pesquisa de intenção de voto divulgada na última quarta-feira, 16

Redação, O Estado de S.Paulo

17 de setembro de 2020 | 21h01
Atualizado 17 de setembro de 2020 | 22h15

A presidente interina da Bolívia, Jeanine Áñez, desistiu nesta quinta-feira, 17, de concorrer à presidência nas eleições de outubro. Ela apareceu em quarto lugar em uma pesquisa que foi divulgada na quarta-feira

A sondagem da fundação católica Jubileo, feita em conjunto com várias universidades bolivianas, apontou Luis Arce, ex-ministro da Economia de Evo Morales (2006-2019), liderando a disputa, com 29,2% das intenções de voto, seguido do ex-presidente de centro Carlos Mesa, com 19%. Em terceiro lugar apareceu o líder cívico regional de direita Luis Fernando Camacho, com 10,4%, seguido de Áñez, com 7%. 

A pesquisa também determinou as porcentagens dos votos válidos. Nesse caso, Arce teria 40,3%, Mesa ficaria com 26,2%, Camacho alcançaria 14,4% e Áñez, 10,6%. Pelos números, se a eleição fosse hoje, Arce seria eleito no primeiro turno. 

Áñez disse, em pronunciamento gravado, que tomou a decisão de retirar sua candidatura “pelo bem maior” da população e para evitar que os votos contra o candidato de Evo não se dividam entre os diversos nomes que se lançaram na disputa. “Deixo de lado minha candidatura à presidência da Bolívia para cuidar da democracia”, disse a presidente interina, que havia anunciado a sua candidatura em janeiro, sob críticas até de aliados. 

A agora ex-candidata pela aliança Juntos disse que a decisão tem o objetivo de “contribuir para a vitória dos que não querem a ditadura”, porque, “se não houver união, Morales voltará”. “Se não nos unirmos, a democracia perde e a ditadura ganha”, acrescentou a presidente interina. / AFP e EFE

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.