Presidente iraniano adverte os EUA

O presidente iraniano, Mohammed Khatami, advertiu hoje os EUA a não atacarem o Irã após uma eventual invasão ao Iraque. "Faremos todo o possível para que nenhum ataque e nenhuma agressão seja lançada contra qualquer país, incluindo o nosso. Mas, se isto ocorrer, naturalmente estaremos dispostos a pagar o preço necessário e a defender nossos interesses", disse Khatami durante entrevista em Teerã. O presidente iraniano pediu a Washington que "aplique políticas realistas" e manifestou esperar que o Iraque "não seja atacado". "Esperamos que os EUA não desafiem sua sorte atacando outros países e se dêem conta de que sua opinião pública não tolerará esta atitude muito (tempo) mais". Khatami acusou o governo de George W. Bush de ser "demasiado arrogante" ao não prestar atenção aos conselhos de seus aliados. "Espero que os EUA deixem de lado sua arrogância e não iniciem ações que provoquem conseqüências negativas para o mundo inteiro", advertiu.

Agencia Estado,

28 Agosto 2002 | 14h14

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.