Presidente iraniano ameaça aliados de Israel

O presidente do Irã, Mahmoud Ahmadinejad, disse nesta sexta-feira que o ressentimento dos palestinos em relação aos países ocidentais atingiu um "ponto de ebulição". Ahmadinejad acrescentou que países que tomarem partido de Israel em conflitos com os palestinos "vão se machucar". "Estamos dizendo a vocês (países do Ocidente) que a fúria das nações (do Oriente Médio) está em ebulição", ele discursou, durante um comício em Teerã pela causa palestina."O oceano das nações está em movimento, e se uma tempestade se iniciar, vocês podem ter certeza de que não se limitará às fronteiras geográficas da Palestina.""Esse regime (zionista) não durará, e levará seus simpatizantes até as profundezas de um pântano." Dureza Falando durante o Dia de Jerusalém, o presidente iraniano adotou um tom linha-dura até mesmo para seus padrões, disse a correspondente da BBC em Terra.Ahmadinejad iniciou seu discurso questionando o Holocausto, e perguntando: "Mesmo que seja verdade, porque os palestinos têm de pagar o preço por ele?"O presidente iraniano reafirmou sua intenção de destacar "um grupo de pessoas virtuosas" para estudar se o Holocausto realmente existiu."A condição é que, se as investigações chegarem a uma conclusão que contradiz aquilo que vocês (países ocidentais) pensam, vocês prometerão que não vão intimidá-los, condená-los ou prendê-los."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.