Presidente mexicano envia reformas para Congresso

O presidente mexicano, Enrique Peña Nieto, enviou ao Senado uma série de reformas constitucionais, incluindo a eliminação da polícia municipal, para o Congresso. De acordo com a proposta publicada nesta terça-feira no Diário do Senado, a polícia municipal de quatro dos 31 estados mexicanos - Guerrero, Jalisco, Michoacán e Tamaulipas - será substituída em até dois anos por grupos estatais.

Estadão Conteúdo

02 de dezembro de 2014 | 17h53

O objetivo da reforma é evitar a infiltração de organizações criminosas, de acordo com o governo federal. A medida vem como resposta a uma série de acusações constantes de corrupção e ligação com tráfico de drogas por parte de algumas autoridades envolvidas no desaparecimento de 43 estudantes no estado de Guerrero, no sul do país.

As substituições serão aplicadas nos demais estados mexicanos em um prazo maior. Além do recente caso de corrupção policial em Guerrero, Jalisco, Michoacán e Tamaulipas também tiveram situações em que policiais municipais estiveram envolvidos com cartéis de drogas. Vários funcionários foram substituídos pro agentes federais ou por militares.

Governos anteriores fizeram propostas similares a de Penã Nieto, mas não avançaram principalmente devido à oposição de partidos políticos contrários ao governo. Fonte: Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
Méxicosegurançareformas

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.