Presidente palestino não confirma Shabir como novo premier

O presidente palestino, Mahmud Abbas, do partido laico Fatah, recusou-se nesta terça-feira a confirmar a nomeação do deputado independente Mohamed Shabir para premiê do novo governo de unidade nacional palestino. "Ele é um dos candidatos, mas ainda não se chegou a um acordo sobre quem fará parte do novo gabinete", disse o Abbas, numa entrevista em Amã, após uma reunião com o rei Abdullah II, da Jordânia. Com essa declaração, Abbas desautorizou altos funcionários do grupo islâmico Hamas, incluindo o atual primeiro-ministro, Ismail Haniye. Na véspera, autoridades do Hamas haviam dito que já havia acordo sobre o nome de Shabir, ex-reitor da Universidade Islâmica de Gaza. O Fatah e o Hamas estão tentando chegar a um acordo para formar um governo de coalizão desde setembro. O objetivo é convencer a comunidade internacional a suspender as sanções econômicas impostas à Autoridade Nacional Palestina quando Haniye assumiu, em março. Ainda nesta terça, o porta-voz do Hamas, Fawzi Barhoum, afirmou que o novo governo palestino não reconhecerá o Estado de Israel. Essa é uma das exigências da comunidade internacional para suspender o bloqueio.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.