Presidente palestino tem boa imagem nos EUA

Com discurso moderado, o presidente palestino, Mahmoud Abbas,desde que assumiu o poder após a morte de Yasser Arafat, em 2004,transformou a Autoridade Palestina em uma entidade respeitada nos EUA e em Israel. Nos anos 90, Arafat também teve seu momento de estadista, visitando a Casa Branca no governo Bill Clinton e dividindo o Nobel da Paz com Yitzhak Rabin. Mas o fracasso das negociaçõesde Camp David desgastou sua imagem, que piorou coma chegada de George W.Bush a presidência.Arafat foi criticado por seu envolvimento no episódio conhecido como ''Karine'', quando um barco com armamento iraniano destinado aos palestinos foi interceptado por Israel. Segundo aCasa Branca, Arafat sabia do conteúdo da embarcação. Bush passou a enxergar Arafat como um figura não confiável e exigiu que a Autoridade Palestina designasse um premie com quem ele pudesse conversar. Foi quando Abbas emergiu como interlocutor.Em Washington, sua presença e bem vista pelos conservadores, que o consideram um líder com quem se pode negociar. Em Israel, a visão e parecida.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.