Presidente pode ter desviado US$ 9 bilhões

O presidente do Sudão, Omar al-Bashir, pode ter desviado US$ 9 bilhões do país, segundo informações divulgadas pelo WikiLeaks. A organização cita como fonte funcionários do corpo diplomático dos EUA, que, por sua vez, teriam ouvido a informação do promotor Luís Moreno-Ocampo, promotor-chefe da Corte Penal Internacional. Segundo ele, parte do dinheiro estaria em bancos britânicos, como o Lloyds Banking Group.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.