Presidente reconhece derrota nas urnas

O presidente do Senegal, Abdoulay Wade, reconheceu ontem ter sido derrotado nas urnas pelo ex-primeiro-ministro Macky Sall. O segundo turno das eleições presidenciais no Senegal ocorreu ontem em meio a protestos contra o presidente Wade, que tentava seu terceiro mandato - em violação às leis do país. Em Dacar, a polícia disparou gás lacrimogêneo do lado de fora das seções eleitorais.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.