Presidente sul-africano Mbeki confirma que renunciará

O presidente da África do Sul, Thabo Mbeki, confirmou neste sábado que aceitou renunciar ao cargo, como foi proposto mais cedo pelo partido governista, o Congresso Nacional Africano (CNA). Em comunicado oficial do governo, Mbeki disse que deixará a presidência assim que "todas as exigências constitucionais forem cumpridas".O parlamento sul-africano se reunirá nos próximos dias para formalizar a renúncia e é provável que o presidente da casa seja nomeado interinamente no lugar de Mbeki. A queda de Mbeki se dá em meio a uma disputa política com Jacob Suma, líder do CNA. O dirigente sul-africano é acusado de ter participado de uma conspiração política para acelerar um processo de corrupção contra Zuma.Mbeki, que sucedeu Nelson Mandela em 1999, originalmente deixaria a presidência apenas em 2009.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.