Presidente sul-coreano visita ilhas em disputa com Japão e provoca crise

O governo do Japão convocou ontem seu embaixador na Coreia do Sul, após o presidente sul-coreano, Lee Myung-bak (foto), visitar ilhas que são alvo de disputa entre os dois países. Lee é o primeiro líder de Seul a fazer a viagem às ilhas - chamadas de Dokdo, na Coreia do Sul, e de Takeshima, no Japão. Localizadas em um ponto equidistante em relação aos dois países, elas ficam próximas a importantes pesqueiros e teriam depósitos de gás natural. Na noite de ontem, em Tóquio, o primeiro-ministro japonês, Yoshihiko Noda, afirmou que as ilhas pertencem ao seu país "historicamente e pela lei". "A visita é incompatível com a posição do Japão e, portanto, inaceitável", declarou Noda.

O Estado de S.Paulo

11 de agosto de 2012 | 03h07

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.