Presidente ucraniano dissolve o parlamento e anuncia eleições

Poroshenko disse que coalizão que liderava o país se desfez há semanas e marcou o pleito para o dia 26 de outubro 

O Estado de S. Paulo

25 de agosto de 2014 | 16h33

KIEV - O presidente da Ucrânia, Petro Poroshenko, anunciou nesta segunda-feira, 25, a realização de eleições parlamentares no dia 26 de outubro após dissolver o parlamento, informou o porta-voz Sviatoslav Tseholko.

"Decidi encerrar mais cedo a autoridade do parlamento", escreveu o presidente mais cedo em seu site. A Ucrânia continua enfrentando separatistas pró-Rússia na região leste do país.

De acordo com o presidente, a medida segue a Constituição ucraniana. Poroshenko notou que o governo de coalizão que liderou o país desde a queda do ex-presidente Viktor Yanukovich se desfez há semanas.

O anúncio ocorre um dia antes de uma cúpula com o presidente russo, Vladimir Putin.

O conflito entre rebeldes pró-Rússia e o governo ucraniano no leste do país já matou mais de dois mil civis, de acordo com uma estimativa da Organização das Nações Unidas. / AP e REUTERS

Tudo o que sabemos sobre:
crise na UcrâniaPetro Poroshenko

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.