Preso atirador que matou uma pessoa e feriu 3

Um homem com roupa de clamuflagem disparou centenas de tiros enquanto vagava pelas instalações da Universidade Case Western Reserve, no Estado americano de Ohio, matando uma pessoa e ferindo pelo menos três outras, que não correm risco de vida. Ele acabou preso por uma equipe da SWAT.Cerca de 70 pessoas ficaram encurraladas durante sete horas no prédio da universidade, nesta sexta-feira, enquanto policiais tentavam prender o suspeito.O atirador, que o reitor da universidade identificou neste sábado como um antigo estudante e empregado da escola, sofreu dois tiros, mas teve condições de chegar andando a uma maca, disse o chefe de polícia Edward Lohn. O atirador trajava colete à prova de bala, usava uma peruca e ?um tipo de capacete da Segunda Guerra Mundial? e levava dois revólveres.Enquanto ele atirava, algumas pessoas conseguiram fugir do edifício, outras se esconderam em escritórios, salas e armários. Gregory Stoup, de 38 anos, diretor de pesquisa econômica da universidade, ergueu uma barricada de móveis contra a porta de vidro de sua sala para proteger-se e a quatro outras pessoas que estavam com ele. ?Nós vimos uma silhueta passar pela porta?, disse. ?Ele atirava contra o solo, berrando coisas ininteligíveis, um tipo de grito esganiçado. Podíamos ouvir as cápsulas das balas caindo no chão.?O reitor da universidade declarou à rede de TV americana NBC que o atirador havia entrado na Justiça contra a universidade e que perdeu a ação. Ele não identificou o homem e nem explicou o conteúdo da ação.

Agencia Estado,

10 de maio de 2003 | 10h09

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.