Preso casal acusado de tentar enviar armas à Venezuela

Um cientista e a mulher dele, ambos norte-americanos, que trabalharam numa importante instalação de pesquisa nuclear nos Estados Unidos, foram detidos hoje e acusados de tentar passar armas nucleares secretas para a Venezuela, informou o Departamento de Justiça.

AE, Agência Estado

17 de setembro de 2010 | 16h12

Pedro Mascheroni, de 75 anos, e Marjorie Roxby Mascheroni, de 67 anos, "foram indiciados por comunicar dados secretos de armas nucleares a uma pessoa que acreditavam ser um funcionário do governo venezuelano e de conspirar para participar do desenvolvimento de uma arma atômica para a Venezuela", disse o departamento em comunicado. Eles podem ser condenados à prisão perpétua. As informações são da Dow Jones.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.