Preso confirma ameaça terrorista aos EUA, diz governo

O governo Bush descobriu de um suspeito de terrorismo que está preso que a Al-Qaeda pretende atacar os prédios de instituições financeiras em solo americano, dizem autoridades. Esse prisioneiro teria confirmado, de modo independente, as informações sugeridas por documentos e terroristas capturados no Paquistão. A Casa Branca descreveu a informação mais recente como ?outro novo fluxo de informações? que apóia a decisão governamental de emitir alertas contra o terrorismo. Quando se revelou que os documentos apreendidos no Paquistão tinham até quatro anos de idade, críticos disseram que a administração Bush exagerara no alerta, talvez com fins eleitorais. A informação confirmando que edifícios de grupos financeiros são alvos visados pela Al-Qaeda veio de um terceiro suposto terrorista, diferente dos dois capturados recentemente no Paquistão, segundo uma fonte que pediu para não ser identificada.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.