Preso filho do chefão mafioso "Totó" Riina

A polícia italiana deteve hoje Giuseppe Salvatore Riina, de 25 anos, filho mais novo do "chefão" da máfia Salvatore "Totó" Riina e irmão de Giovanni Riina, ambos condenados à prisão perpétua por homicídio. "Salvo", como é chamado o caçula dos Riina, foi detido na madrugada de hoje em Corleone pela polícia siciliana durante uma operação que levou à detenção de outras 21 pessoas. Apesar de ser o mais jovem da família, em 1997, quando o pai e o irmão foram levados à prisão, Salvo tomou as rédeas dos negócios, mas mudou de atitude: menos crimes e mais investimentos "limpos" para "lavar" o capital dos Riina. Os investigadores da seção anti-máfia de Palermo descobriram que, apesar de sua pouca idade, Salvo assumiu os negócios da máfia, como o narcotráfico, mas sobretudo os investimentos no setor de obras públicas. Graças a grampos telefônicos, descobriu-se, por exemplo, que Salvo dava ordens a "capos" muito maiores que ele e tratava com desprezo até mesmo o mítico Bernardo Provenzano, que herdou o título de "chefão" quanto "Totó" foi encarcerado. A Justiça italiana acusa agora Salvo de lavagem de dinheiro procedente do narcotráfico e de irregularidades em licitações de obras públicas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.