Preso francês é julgado por suspeita de canibalismo

Um preso francês acusado pela morte de seu companheiro de cela e por ter comido uma parte do pulmão da vítima está sendo julgado hoje na cidade de Rouen, na Normandia. Nicolas Cocaign confessou os crimes de 2007 no julgamento desta segunda-feira. O homem disse que atualmente recebe tratamento e se sente "estável". Ele foi acusado por homicídio, atos de barbarismo e por ameaças à vida na prisão.

AE-AP, Agência Estado

21 de junho de 2010 | 13h43

O corpo mutilado de Thierry Baudry foi encontrado em 2007 pelos guardas da prisão. Uma autópsia revelou que dois músculos do peito e parte do pulmão esquerdo estavam faltando. Na época, o promotor disse que Cocaign confessou ter esfaqueado o colega com uma tesoura e o sufocado ao remover parte do pulmão e comê-lo. O preso chegou a dizer na época que se confundiu, pensando que estava comendo o coração da vítima.

Tudo o que sabemos sobre:
Normandiajulgamentopresocanibalismo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.