Preso italiano acusado de incesto

A polícia italiana prendeu ontem em Turim Michele Mongelli, de 64 anos, acusado de abusar sexualmente de sua filha e mantê-la presa num quarto escuro por 25 anos. Ele também teria incentivado seu filho Giuseppe, de 41 anos, a abusar da irmã e de suas próprias filhas, de 6, 8, 12 e 20 anos. O caso é comparado ao do austríaco Josef Fritzl, que estuprou e manteve a filha presa num porão por 24 anos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.