Preso mais um dos iraquianos mais procurados

As forças americanas mantêm sob sua custódia o general iraquiano Iyad Futiyeh al-Rawi, que comandava uma milícia de voluntários, informou nesta quinta-feira o Exército dos EUA, por meio de um comunicado. Al-Rawi era o número 30 na lista americana de 55 iraquianos mais procurados, segundo um breve comunicado divulgado pelo Comando Central dos Estados Unidos.De acordo com militares americanos, com essa prisão, pelo menos 23 dos 55 iraquianos mais procurados já estão sob custódia das tropas de ocupação. Al-Rawi liderava o chamado Exército de Jerusalém, criado há três anos pelo ex-presidente Saddam Hussein para servir como substituto de seu Exército regular, e que teria a função de ?libertar? a cidade sagrada de Jerusalém.Autoridades iraquianas alegavam que a força contava com 7 milhões de membros, na maioria civis que recebiam treinamento militar básico. Acredita-se que o contingente verdadeiro fosse muito menor. Seus membros praticamente não participaram da guerra contra a invasão americana do Iraque.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.