Preso membro do Partido da Democracia da China

Um membro do Partido da Democracia da China, agremiação ilegal, foi detido a bordo de um trem no leste do país. A polícia chinesa continua procurando por um ativista do partido que viajava com ele, disse um prota-voz do partido, nesta segunda-feira. Os guardas detiveram Zhao Zhongmin em 20 de janeiro após descobrirem uma maleta com propaganda partidária durante uma inspeção de rotina, disse o porta-voz do Partido da Democracia da China baseado em Filadélfia (EUA), Xie Wanjun. Um organizador de alto nível do partido banido, Huang Shaoqin, estava sentado defronte de Zhao no trem, mas não foi notado pela polícia, disse Xie em um release. Xie disse que Huang e Zhao estavam levando o material partidário de Xangai para Nanquim, mas não disse com quem eles planejavam se encontrar. Fundado por dissidentes em meados de 1998, o Partido da Democracia da China foi banido seis meses depois pelo Partido Comunista chinês, que não aceita contestação ao seu monopólio. Cerca de 3 dezenas dos militantes do novo partido foram sentenciados a penas de 13 ou mais anos de prisão.

Agencia Estado,

28 Janeiro 2002 | 13h50

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.