Preso na Grécia acusado de matar premier sérvio

A polícia grega deteve um dos principais suspeitos do assassinato do primeiro-ministrosérvio Zoran Djindjic, disseram autoridades locais neste sábado. A polícia informou que Dejan Milenkovic, de 34 anos, foi detido ontem à noite em Thessaloniki, uma cidade portuária donorte da Grécia. Ele estava foragido havia 15 meses. Milenkovic ficará sob custódia grega até que os documentos para a extradição sejam processados. Fontes disseram que as autoridades gregas vigiaram Milenkovic durante cerca de um mês antes de o prenderem. Ele é um dos 13 procurados pelo assassinato de 12 de março de2003. Djindjic foi o primeiro premier democraticamente eleito da Sérvia desde a Segunda Guerra Mundial.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.