AP Photo
AP Photo

Preso no México um dos mais procurados na lista do FBI

Segundo autoridades americanas, Joe Luis Saenz é acusado de é acusado de assassinato, sequestro e estupro

AE, Agência Estado

24 de novembro de 2012 | 20h05

LOS ANGELES - Um dos dez fugitivos mais procurados pelo FBI (a Polícia Federal americana) foi preso no México e levado de volta aos Estados Unidos, onde é acusado de assassinato, sequestro e estupro, segundo autoridades americanas.

Joe Luis Saenz, membro de uma gangue em Los Angeles, foi preso em Guadalajara na quinta-feira, 22, após uma operação conjunta entre o FBI e o governo mexicano, disse Bill Lewis, diretor-assistente encarregado do escritório do FBI em Los Angeles.

Segundo investigadores, Saenz matou a tiros dois membros de gangues rivais em julho de 1998, em retaliação a um ataque a um de seus colegas. Saenz suspeitava que Sigrieta Hernandez, sua namorada e mãe de sua filha, falaria com a polícia sobre os dois assassinatos. Ele é acusado de tê-la sequestrado, estuprado e matado menos de duas semanas depois.

Saenz também é suspeito de ter assassinado Oscar Torres em outubro de 2008, por causa de uma dívida não paga de US$ 600 mil. Segundo autoridades, a fita de uma câmera de segurança na casa de Torres mostra Saenz matando Torres e ferindo outra pessoa.

Acredita-se que Saenz estivesse trabalhando no México como capanga e assassino de aluguel para um cartel do tráfico de drogas. Saenz estava na lista de mais procurados do FBI desde 2009. Havia uma recompensa de até US$ 100 mil por informações que levassem à sua captura. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
FBIprisãoJoe Luis Saenz

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.