Preso prefeito italiano durante operação contra máfia

A polícia italiana anunciou a prisão de cinco pessoas, incluindo o prefeito da pequena cidade de Rosarno, por suspeitas de laços com uma máfia local. As detenções ocorreram hoje, em várias cidades da Calábria, região do sul do país que é base da máfia ''Ndrangheta. Renato Cortese, da polícia regional da capital Reggio Calábria, disse que a investigação identificou "infiltração da máfia em prefeituras locais". Além do prefeito Carlo Martelli, de 68 anos, foi detido o ex-prefeito de Gioia Tauro, outra vila na área, e seu vice. Segundo Cortese, os três são suspeitos de ajudar a máfia. Os outros dois presos são acusados de integrar o clã criminoso. O funcionário da polícia disse que os pedidos dos mafiosos "eram facilmente cumpridos por funcionários das prefeituras locais".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.