Preso suspeito de atentado contra McDonald´s na Indonésia

A polícia da Indonésia afirmou hoje que prendeu o suposto mentor intelectual de um atentado contra uma lanchonete da rede McDonald´s, no qual morreram três pessoas e outras 11 ficaram feridas. Agung Abdul Hamid foi detido perto do povoado de Solo, na região central de Java, hoje à noite (horário local), afirmou o coronel de polícia Hasyim Irianto. Agentes policiais disseram que Hamid planejou o atentado da quinta-feira passada na movimentada lanchonete McDonald´s na cidade de Makassar, na ilha Sulawesi. Hamid viajou num vôo charter com oito suspeitos do atentado contra um clube noturno em Bali, mas não desembarcou na ilha. Mais de 190 pessoas morreram nas duas explosões num clube noturno de Bali, no dia 12 de outubro. Autoridades regionais culparam o grupo extremista islâmico Jemaah Islamiyah pelos atentados em Bali e em outras regiões do Sudeste asiático. A polícia investiga possíveis vínculos entre os ataques em Bali e o atentado em Makassar. A investigação do atentado à lanchonete da rede McDonald´s se concentra num comando islâmico, Laskar Jundullah, cujo líder, Agus Dwikarna, foi recentemente condenado a 17 anos de prisão, nas Filipinas, pela posse de explosivos. A polícia filipina acusou Dwikarna de fazer parte do grupo Jemaah Islamiyah.

Agencia Estado,

11 Dezembro 2002 | 14h06

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.