Preso um segundo suspeito por morte de ministra sueca

A polícia sueca prendeu nesta quarta-feira mais um suspeito de matar a ministra das relações internacionais Anna Lindh. O primeiro suspeito foi solto depois de ficar detido por mais de uma semana. Os investigadores disseram que as evidências contra o segundo suspeito são ainda maiores do que contra o primeiro, um pescador de 35 anos que foi declarado inocente pela polícia. O segundo suspeito também não teve sua identidade revelada. Anna Lindh morreu em 11 de setembro depois de horas na mesa de cirurgia. Os médicos não conseguiram conter a hemorragia interna provocada pelo esfaqueamento de que ela foi vítima no dia anterior num shopping em Estocolmo. A polícia sueca está sob forte pressão para encontrar o culpado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.