Presos dois antigos líderes dos Montoneros na Argentina

A polícia argentina prendeu dois ex-comandantes da extinta organização guerrilheira Montoneros, durante a investigação da morte de vinte militantes do grupo. Além disso, pediu à Interpol a detenção de um terceiro ex-comandante, que está na Espanha. Por ordem do juiz federal Claudio Bonadío, foram presos Fernando Vaca Narvaja e Roberto Perdía, acusados de haver ajudado a ditadura militar do país a capturar e matar membros do grupo. O terceiro acusado, Mario Firmenich, vive em Barcelona.A investigação do juiz Bonadío trata de apurar as circunstâncias que levaram ao seqüestro e desaparecimento de 22 montoneros durante a ditadura (1976-1983). Todos foram presos ao voltar clandestinamente à Argentina em 1980, para empreender uma ?contra-ofensiva? ao regime. Eles foram capturados assim que puseram os pés em solo argentino, torturados e mortos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.