Presos no Iraque rebeldes suspeitos de fabricar carros-bomba

Soldados americanos detiveram domingo, em Beiji, 250 quilômetros ao norte de Bagdá, 12 iraquianos suspeitos de fabricar carros-bomba. Também no domingo, em Tikrit, cidade natal de Saddam Hussein, foram presos dois homens suspeitos de liderar cédulas rebeldes no norte do Iraque. Carros-bomba têm sido empregados por rebeldes contra as forças da coalizão comandadas pelos Estados Unidos no Iraque. Os presos foram levados para instalações militares para serem interrogados.A 1ª Força Expedicionária da Marinha norte-americana emitiu um comunicado dizendo que dois marines morreram em ação, sexta-feira, enquanto realizavam operações de ?segurança e estabilidade? na instável província de Anbar, oeste de Bagdad. Essas mortes elevam para 1.273 o número de baixas de soldados americanos desde o início da guerra no Iraque, em março de 2003, de acordo com cálculos da Associated Press.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.