Presos suspeitos da morte de espanhóis no Iraque

Os supostos assassinos de sete agentes secretos espanhóis no Iraque estão entre as 41 pessoas capturadas nesta quarta-feira no país árabe, disse o ministro da Defesa da Espanha, Federico Trillo. O ministro disse que o principal comandante militar americano no Iraque, tenente-coronel Ricardo Sanchez, informou que os suspeitos foram detidos numa operação nos arredores e Bagdá, perto do local onde os espanhóis foram mortos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.