Presos suspeitos da morte de membro do governo do Iraque

A polícia iraquiana prendeu cinco suspeitos do assassinato, no ano passado, em Bagdá, de Aquila al-Hashimi, integrante do Conselho de Governo do Iraque, informou o vice-ministro do Interior, Ahmed Kadhum Ibrahim. Os homens foram presos 10 dias atrás usando drogas na cidade de Amarah, 300 km a sudeste da capital, mas a polícia descobriu "indicações" de que eles estariam envolvidos no assassinato de al-Hashimi, acrescentou. A polícia investiga a possível relação.Seis homens numa picape atacaram al-Hashimi em 20 de setembro, quando ela saia de carro de sua casa em Bagdá. Os atacantes dispararam uma granada propelida por foguete contra sua comitiva, mas erraram. Então abriram fogo com fuzis automáticos. Al-Hashimi foi criticamente ferida e morreu cinco dias depois.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.