Presos suspeitos de ataque a americanos em Gaza

Autoridades palestinas detiveram sete militantes de um grupo terrorista renegado, suspeitos de envolvimento no atentado contra um comboio diplomático americano que causou três mortes. Alguns dos presos são ex-componentes das forças de segurança palestinas. A polícia palestina chegou a trocar tiros com militantes em duas das batidas realizadas, disseram autoridades. As prisões ocorrem enquanto uma equipe do FBI chega à região para liderar a investigação sobre o atentado da quarta-feira. Investigadores americanos já foram forçados a fugir do local da explosão, enxotados por populares arremessando pedras.Os suspeitos presos são membros dos Comitês de Resistência Popular, um grupo que congrega dezenas de homens de diversas facções, ex-membros dos serviços de segurança e descontentes do partido Fatah, de Yasser Arafat.Uma fonte palestina disse que nenhum dos presos foi membro dos grupos armados sob controle de Arafat, mas a ligação entre os Comitês e as forças de segurança da Autoridade Nacional Palestina pode ser politicamente embaraçoso para o líder.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.