Presos suspeitos de degolar menina de 14 anos que recusou casamento

Jovem afegã foi atacada por homens com uma faca no norte do país.

BBC Brasil, BBC

29 de novembro de 2012 | 11h09

A polícia afegã prendeu dois homens acusados de decapitar uma adolescente com uma faca em Kunduz, província que fica no norte do Afeganistão.

Antes do ataque, o pai da menina rejeitou uma proposta de casamento feito por um dos suspeitos.

"Nossa investigação revelou que quem tentou matá-la queria casar com ela", disse a polícia à BBC.

A menina de 14 anos estava carregando água potável para casa na segunda-feira no distrito de Imam Sahib, quando foi atacada.

"As pessoas estavam perturbando a família e pedindo a mão da jovem. Quando eles recusaram, aconteceu isso com ela", disse um dos policiais do caso.

Autoridades afegãs disseram que os detidos são parentes próximos da jovem. O pai não queria ver sua filha casada ainda, por considerá-la jovem demais, segundo uma agência de notícias local.

No começo do mês, quatro policiais foram condenados a 16 anos de prisão por estuprar uma jovem na mesma província. BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.