Presos suspeitos de planejar matar o premier do Iraque

Uma série de telefonemas trocados entre radicais islâmicos levou as autoridades alemãs a prender três iraquianos suspeitos de planejar um atentado contra o primeiro-ministro provisório do Iraque, Ayad Allawi, durante uma visita à Alemanha, disse o procurador-geral alemão. Os três detidos pertencem ao grupo Ansar al-Islam, que já praticou diversos ataques contra forças estrangeiras no Iraque, disse o procurador Kay Nehm. Autoridades americanas ligam o Ansar à Al-Qaeda.Os três já se encontravam sob vigilância policial, e grampos telefônicos levaram as autoridades a concluir que haveria "evidências de um plano de ataque" contra o líder iraquiano. Nehm se recusou a comentra qual o tipo de atentado que estaria em planejamento.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.