REUTERS/Lucy Nicholson
REUTERS/Lucy Nicholson

Pressionada, Hillary reage a crítica de rival

Sanders acusou ex-secretária de Estado de não ser progressista e mudar de ideia sobre temas de campanha

O Estado de S. Paulo

04 de fevereiro de 2016 | 19h40

WASHINGTON - A pré-candidata à indicação do Partido Democrata para as eleições presidenciais dos EUA, Hillary Clinton, saiu na quarta-feira à noite em defesa de suas credenciais progressistas diante das críticas de seu principal rival, o senador Bernie Sanders.

Em um encontro televisionado com eleitores em Derry, no Estado de New Hampshire, a ex-secretária de Estado respondeu a Sanders, que minutos antes, nesse mesmo evento, tinha voltado a criticá-la por não ter demonstrado fortes convicções progressistas ao longo de sua trajetória política.

“Sou uma progressista que gosta que as coisas sejam feitas. Não vou deixar que isso me incomode. Não ajuda ao senador (Sanders), fazer esse tipo de comparações. Não acho que seja apropriado”, respondeu Hillary ao ser questionada sobre as acusações do seu rival na corrida democrata.

Antes, Sanders tinha criticado a ex-primeira-dama por assegurar que não se pode ‘ser um moderado num dia e um progressista no outro”, e lembrou algumas palavras de Hillary em um discurso em Ohio, no qual ela definiu a si mesma como “moderada”, e fez um repasse de suas posições em várias questões-chave para os democratas.

“Há alguns temas nos quais acho que (Hillary) não é progressista. Não conheço nenhum progressista que tenha um SuperPAC (grupo de ação política, responsável por doações) e pegue milhões de dólares de Wall Street”, disse Sanders. O senador por Vermont, que se autoproclama socialista, também mencionou as mudanças de posição de Hillary ao longo da campanha em questões como o Tratado de Associação Transpacífico (TPP). / EFE

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.