Préval vem ao Brasil para "agradecer apoio"

René Préval, visita o Brasil nesta sexta-feira para, segundo o governo haitiano, "agradecer ao apoio? do país nas tropas da Minustah e no processo eleitoral que culminou com a vitória dele no mês passado. Além de liderar a missão de estabilização da ONU, o Brasil ajudou a costurar o acordo que dispensou o segundo turno, o que permitiu que Préval fosse declarado vencedor mesmo sem ter a maioria absoluta dos votos. No sábado, ele acompanha o presidente Lula na viagem ao Chile, para acompanhar a posse da presidente eleita, Michele Bachelet. "Eles terão um vôo inteiro para conversar", disse à BBC Brasil o embaixador Paulo Cordeiro de Andrade Pinto, a caminho do aeroporto de Porto Príncipe, para acompanhar Préval na viagem.Posse O embaixador disse que o governo brasileiro está "empenhado em ajudar o futuro e o desenvolvimento econômico do Haiti". Préval viaja com uma equipe de economistas, jornalistas e lideranças políticas do país e deve conversar com o governo brasileiro sobre os vários acordos de cooperação entre os dois países. Depois do Chile, Préval também irá visitar Buenos Aires, Nova York e Washington na próxima semana. A posse do presidente eleito, marcada para 29 de abril, deve ser adiada para uma data ainda não definida. O adiamento deve-se ao atraso na apuração dos votos para o Congresso, que é o órgão que dá posse ao presidente."Estamos esperando que o Conselho Eleitoral Provisório anuncie uma nova data, mas estamos trabalhando com abril", disse o embaixador brasileiro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.