Primeira câmera fotográfica é vendida por R$ 1,6 milhão

Modelo foi criado em 1839; leilão bateu o recorde anterior, de um daguerreótipo de R$ 1,3 milhão

Efe,

29 de maio de 2010 | 13h08

Máquina fotográfica segue desenho de Daguerre, por seu cunhado Alphonse Giroux (foto: Efe)

 

O primeiro daguerreótipo comercial do mundo, precursor das câmeras fotográficas de hoje, foi vendido neste sábado em leilão, em Viena, por 732 mil de euros (R$ 1,638 milhão).

"Essa é a primeira câmera comercialmente produzida. Foi criada em 1839, seguindo o desenho de Louis Daguerre, por seu cunhado Alphonse Giroux", explicou à Agência Efe Martin Reinhart, responsável pelos leilões da galeria Westlicht.

O preço de saída do leilão foi de 200 mil euros e o valor de arremate hoje, pago por um comprador anônimo, superou amplamente o recorde anterior para uma câmera. Em 2007, a mesma Westlicht vendeu um daguerreótipo da marca francesa Susse Fréres por 576 mil (R$ 1,289 milhão).

O aparelho vendido hoje foi descoberto recentemente e está bem conservado, o que aumentou o seu valor, já que restam apenas cerca de dez modelos do tipo, todos em museus públicos.

O daguerreótipo, que pesa 5 quilos, esteve nas mãos de uma família alemã por gerações, e sua existência nunca antes tinha sido documentada. O atual dono recebeu o aparelho de presente do pai na década de 1970.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.