Primeira-dama argentina deve lançar candidatura em julho

Cristina Fernández, mulher de Néstor Kirchner, vai disputar eleições presidenciais

Agencia Estado

02 Julho 2007 | 09h53

A primeira-dama da Argentina, a senadora Cristina Fernández, lançará sua candidatura à Presidência do país no dia 19 de julho, em um ato na cidade de La Plata, afirmou neste domingo, 1, o jornal Clarín. Segundo as principais publicações do país, a legisladora liderará a chapa governista nas eleições presidenciais de 28 de outubro. A informação põe fim às dúvidas a respeito de quem seria o candidato do partido governista à Presidência: a primeira-dama ou seu marido, o atual presidente Néstor Kirchner. No entanto, diferentemente do Clarín, o La Nación, o Página/12 e o dominical Perfil não mencionam 19 de julho como o dia do lançamento da candidatura, mas, sim, várias outras datas desse mesmo mês. Candidatura em La Plata O deputado Carlos Kunkel, um dos principais estrategistas do governo, tinha antecipado no sábado que em julho seria anunciada a chapa da Frente para a Vitória, o partido político criado por Kirchner. Segundo fontes oficiais, a decisão sobre quem será o candidato foi tomada em uma longa reunião realizada na semana passada entre Kirchner, sua mulher e o chefe de gabinete argentino, Alberto Fernández. Os porta-vozes disseram que a candidatura será lançada em La Plata, cidade onde Cristina Fernández nasceu, com a presença do presidente, dos ministros do governo e de vários governadores e legisladores.

Mais conteúdo sobre:
Kirchner primeira-dama

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.