Primeira-dama francesa deixa o hospital, segundo jornal

Paris, 18/1/2014 - A primeira-dama francesa, Valerie Trierweiler, deixou o hospital na tarde deste sábado, após ficar alguns dias internada por causa de uma crise nervosa. Segundo o site do jornal francês Le Monde, a companheira de François Hollande saiu do Hospital Pitie-Salpêtrière, em Paris, por volta das 15 horas (horário da França), e seguiu direto para a residência oficial do presidente em Versailles.

Agência Estado

18 de janeiro de 2014 | 17h25

De acordo com a publicação, Valerie, de 48 anos, permanecerá descansando no local. O jornal citou informações concedidas pelo gabinete de Hollande.

O incidente envolvendo a primeira-dama acontece em meio aos rumores de que Hollande teria um caso com a atriz Julie Gayet. Perguntado sobre a questão durante a semana, ele não negou o relacionamento e disse que tinha direito à privacidade. Valerie foi internada depois que a revista Closer publicou uma matéria relatando a suposta infidelidade do presidente. (Gabriela Lara - gabriela.lara@estadao.com)

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.