Primeiras tropas francesas chegam ao Congo

Centenas de sobreviventes dos combates entre tribos rivais no nordeste do Congo saudaram a chegada, nesta sexta-feira, de soldados franceses, a vanguarda de uma força de paz internacional que terá a missão de estabilizar a região de Ituri, depois que mais de 500 pessoas foram mortas.Gritando ?libertados, libertados?, moradores de Bunia se reuniram do lado de fora do quartel-general da Missão das Nações Unidas para o Congo (Monuc), enquanto dezenas de soldados franceses chegavam em jipes camuflados para uma reunião com funcionários da ONU e líderes da milícia da tribo Hema, que atualmente controla a cidade.A força de paz total será de 1.700 soldados, com o nome-código ?Artêmis?, e entrará em ação sob os auspícios da ONU e da União Européia.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.