Primeiro condenado por transmitir aids de propósito

Um homem de 38 anos foi condenado nesta segunda-feira a oito anos de prisão por contaminar conscientemente pessoas com o vírus causador da aids. No mês passado, o soropositivo Mohammed Dica, do sul de Londres, foi levado a julgamento por duas acusações de causar ferimentos corporais letais e contaminar "fria e insensivelmente" uma mulher divorciada e uma mãe de dois filhos, ambas com cerca de 30 anos. Esta foi a primeira vez em mais de um século que alguém foi condenado com sucesso na Inglaterra e no País de Gales por propositalmente causar uma doença sexualmente transmissível a outra pessoa. Ao ler a sentença nesta segunda-feira, o juiz Nicholas Philpot qualificou o comportamento de Dica como "desprezível".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.