Primeiro-ministro australiano nega renúncia

O primeiro-ministro da Austrália, John Howard, anunciou nesta terça-feira, respondendo às especulações sobre seu possível afastamento do governo, que não pretende renunciar ao cargo que ocupa. Howard também afirmou, em um comunicado escrito, que se manterá como líder do Partido Liberal Australiano, pois considera que o partido agiu sempre de modo ?muito leal e generoso? com ele. Ele acrescentou que continuará à frente dos liberais enquanto estiver respondendo aos interesses do partido e se seus colegas assim desejarem. O primeiro-ministro, que completará 64 anos de idade no próximo mês, foi pressionado por setores de seu partido a ceder espaço para novas gerações de políticos. As especulações sobre uma provável renúncia do primeiro-ministro australiano tomaram corpo duas semanas depois que ele afastou do cargo o governador-geral, representante da Coroa britânica no país, Peter Hollingworth, suspeito de estar em envolvido em um suposto estupro ocorrido na década de 60.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.