Primeiro-ministro chadiano morre em um hospital de Paris

O primeiro-ministro do Chade, Pascal Yoadimnadji, morreu de hemorragia cerebral em um hospital de Paris, informou nesta sexta-feira, 23, a embaixada do país africano na França.Yoadimnadji, de 56 anos, que tinha sido internado em um hospital parisiense há dois dias com problemas cardiovasculares, morreu na noite passada.A embaixada do Chade em Paris está realizando os trâmites para arepatriação do corpo do premier, que assumiu o cargo em 2005, informou à Efe um membro da legação diplomática. O porta-voz da embaixada, Kadallah Ousman, disse que Yoadimnadji morreu por volta da meia-noite no hospital militar Val de Grace, que fica em Paris. Não há informações sobre o funeral do primeiro-ministro e nem de quem deve ocupar o seu cargo..O presidente do Chade, Idriss Deby, apontou Yoadimnadji como líder do governo em 2005. Ele havia substituído Moussa Faki Mahamat, que renunciou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.