Primeiro-ministro chinês vai à Índia fortalecer relações

O novo primeiro-ministro da China, Li Keqiang, desembarcou neste domingo, 19, na Índia para acelerar os esforços para encerrar uma antiga disputa de fronteira e reforçar as relações econômicas entre as duas potências asiáticas. É a primeira visita de Li ao exterior desde que tornou-se primeiro-ministro.

AE, Agência Estado

19 de maio de 2013 | 17h44

Em Nova Délhi, Li reuniu-se com o primeiro-ministro da Índia, Manmohan Singh. Os dois enfatizaram os esforços para solucionar a disputa territorial que em 1962 levou os dois países a uma sangrenta guerra, disse Syed Akbaruddin, porta-voz da chancelaria indiana.

Li e Singh também enfatizaram a necessidade de se manter a paz e a tranquilidade ao longo da fronteira enquanto o assunto não for resolvido.

Em nota divulgada antes da chegada a Nova Délhi, Li disse que a China considera a Índia um importante parceiro e amigo e manifestou expectativa em que sua visita dê novo vigor à cooperação bilateral, informou a agência de notícias Press Trust of India. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
ChinaÍndiarelações

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.