Primeiro-ministro da Finlândia deixará o cargo em junho

O primeiro-ministro da Finlândia Jyrki Katainen anunciou , neste sábado, que vai deixar seu cargo em meados de junho, uma vez que seu mandato como líder do Partido Nacional Coalizão, de centro-direita, termina. Katainen tem 42 anos e vem comandando seu partido por 10 anos.

Agência Estado

05 de abril de 2014 | 18h33

Ele tem liderado o governo de coalizão de base ampla da Finlândia desde que assumiu o cargo, em 2011, após as eleições parlamentares. O país vem mantendo a classificação de crédito AAA durante seu mandato e tem tido voz ativa nas tentativas da zona do euro para lidar com uma crise de dívida soberana da região e instalar um retorno econômico.

Recentemente, Katainen tem trabalhado para enfrentar o aumento da dívida pública da Finlândia, o relativamente alto desemprego e a estagnação econômica, e anunciou uma série de reformas.

Não se espera que a renúncia possa desencadear um colapso imediato do atual governo da Finlândia. No cenário mais provável, seu sucessor como líder do partido se tornará o próximo primeiro-ministro da Finlândia até as próximas eleições parlamentares, que serão realizadas em 2015.

O momento do anúncio do Katainen e sua renúncia sugerem fortemente que ele está se posicionando para ser um candidato para uma das posições de liderança da União Europeia, que devem abrir após as eleições de um novo Parlamento Europeu em maio.

Fonte: Dow Jones Newswires

Tudo o que sabemos sobre:
Finlândiaprimeiro-ministro

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.