Primeiro-ministro da Grécia promete manter reformas

O primeiro-ministro da Grécia, George Papandreou, prometeu que as reformas financeiras e outras serão realizadas, apesar da ampla oposição a elas no país. Papandreou também disse que as eleições serão realizadas conforme o previsto em 2013 e não serão antecipadas.

REGINA CARDEAL, Agência Estado

03 Setembro 2011 | 11h46

Papandreou falou neste sábado em conferência para comemorar o 37º aniversário da fundação do partido socialista. Ele disse que seu governo fará sua parte para colocar as finanças da Grécia em ordem, mas pediu uma política fiscal mais coordenada no nível europeu. Ele também criticou o que chama de "sistema financeiro internacional fora de controle".

Ele também fez críticas a alguns jovens representantes de seu próprio partido, que protestam contra as reformas na educação. Ele afirmou que "líderes estudantis profissionais" seguem como estudantes aos 30 anos e "agem como parasitas". As informações são da Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
Grécia premiê

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.