Primeiro-ministro da Islândia retira rim em cirurgia

O primeiro-ministro da Islândia, David Oddsson, foi submetido a uma cirurgia de emergência para remover um rim e a vesícula, informou seu gabinete. Oddsson, de 56 anos, foi levado de ambulância, ontem, ao Hospital Universitário Landspitali, na capital islandesa, alegando o que sua assessoria de imprensa qualificou como "dores internas". De acordo com seu gabinete, os médicos removeram a vesícula de Oddsson, suposta causa do problema, mas também descobriram um "tumor não-maligno" em um dos rins do primeiro-ministro. O rim afetado foi retirado e a cirurgia foi considerada um sucesso. Ainda não se sabe quando Oddsson voltará a trabalhar. Hoje, uma porta-voz do Parlamento disse que o chanceler Halldor Asgrimsson assumirá interinamente o posto de primeiro-ministro enquanto Oddsson não for liberado pelos médicos.

Agencia Estado,

22 de julho de 2004 | 19h35

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.