Primeiro-ministro da Malásia pode renunciar hoje

Atual vice-primeiro-ministro Najib Razak deve assumir o posto e a liderança do partido

Efe,

08 de outubro de 2008 | 03h13

O primeiro-ministro malaio, Abdullah Ahmad Badawi, apresentará nesta quarta-feira, 8, sua renúncia para não ser cassado pelos membros da coalizão de governo que preside, anunciou o influente portal Malaysian Insider. Segundo o portal, o anúncio acontecerá depois da reunião de Badawi, que tinha previsto renunciar em 2010, com o comitê permanente dos representantes da aliança governista. O Malaysian Insider acrescentou que o governante não tentará a reeleição como presidente do partido que lidera a coalizão governamental, a Organização Nacional para a Unidade Malaia (UMNO), e cederá seu posto ao vice-primeiro-ministro, Najib Razak. Há duas semanas, Badawi cedeu a pasta de Finanças a Razak, em um gesto de confiança. O líder do partido que comanda a aliança chegará de forma automática ao posto de chefe do Executivo.

Tudo o que sabemos sobre:
Malásiarenúncia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.