Primeiro-ministro da Romênia reconhece derrota

O primeiro-ministro da Romênia, Victor Ponta, reconheceu a vitória do candidato Klaus Iohannis, prefeito da cidade de Sibiu, no segundo turno das eleições presidenciais do país. O resultado oficial será divulgado amanhã, e deve mostrar uma vitória bastante apertada de Iohannis, que durante a campanha prometeu combater a corrupção.

AE, Estadão Conteúdo

16 Novembro 2014 | 20h05

Ponta disse que parabenizou Iohannis pela vitória. "Somos um país democrático. O povo sempre está certo", disse Ponta em frente à sede do Partido Social Democrata, duas horas após o encerramento da votação.

O primeiro-ministro tentou acalmar cerca de 15 mil manifestantes que protestavam em Bucareste contra os problemas enfrentados no primeiro turno por eleitores romenos no exterior. Neste domingo, cerca de 300 mil romenos votaram no exterior, a maioria deles contra o governo.

"Graças a vocês, outra Romênia está nascendo", disse Iohannis em sua página no Facebook, depois de Ponta reconhecer a derrota. "A Romênia que queremos não é de conflito ou vingança."

Iohannis substituirá o presidente Traian Basescu, que está deixando o poder após 10 anos.

Na Romênia, o presidente é responsável pela política externa e a defesa, além de nomear promotores e chefes dos serviços de inteligência. Fonte: Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
ROMÊNIAELEIÇÕESATUALIZA

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.